Como hei-de prometer as coisas 
que se movem no mar 

os dedos que demoram na leitura 

os modos que tecem devagar 
o escuro a tocar-nos 
nome novo 
adormecem na areia 

os quartetos 
sob as cordas dos barcos 

as mãos 
sob as águas dos peixes 

onda a onda 
como hei-de prometer as coisas 

SOB SOBRE VOZ/ PORTO BATEL, João Miguel Fernandes Jorge, Presença
10.00 euros

15965986_706768892820537_5485633391702986083_n.jpg

Advertisements